09
Jul 08
Raul Seixas - Krig-Há, Bandolo! (1973)
Download


Made in Brazil - Made in Brazil (1974)
Download


Som Nosso de Cada Dia - Snegs (1974)
Download


O Terço - Criaturas da Noite (1975)
Download


Casa das Maquinas - Lar de Maravilhas (1976)
Download


Secos & Molhados - Secos & Molhados (1973)
Download


Titãs - Cabeça Dinossauro (1986)
Download


Casa das Máquinas - Casa De Rock (1976)
Download


Rita Lee & Tutti Frutti - Atrás do Porto tem uma Cidade (1974)
Download


Os Mutantes - Mutantes (1968)
Download


Password / Senha: veiadoidadetudoeumpoucomais

publicado por wlasol às 14:47
tags:



http://www.uniblog.com.br/img/posts/imagem23/236276.jpg

Mister Furnier.....você não sabe, cara. Mas amamos você (We Love You, Mr. Furnier). Alice Cooper, porque ignorar o Brasil? ( Brazil). Voce esteve aqui no Brasil na década de 70 (70´s), tá certo, você disse : não gosto de país sub-desenvolvido. Eu sei Mr. Furnier ( I know, i know...Mr. Furnier). Mas..(but...) mas você se esqueceu do povo (Power to the people, Mr. Furnier).O país é fodido, mas o povo ama você...é, você, sua música, seu rock and roll, sua banda.Mr. Furnier, please, volte ao Brazil, Mr. Furnier. Traga a sua cobra para conhecer as cobras brasileiras. Eu segui o seu conselho, mestre ,(School Out, No More Mr. Nice Guy, I Love It to Death), eu quis morrer, mas não deu ,Dear, morrer no Brasil fica caro, yeah!, Para morrer aqui, é necessário ter dinheiro, o que cê tá pensando,darling, morrer...só por vaidade? “Vengeance Is Mine” eh, eh eh. Não, não, Cê pensa que eu sou Loki? Mr. Furnier. Me liga, me telefona hoje mesmo, antes da meia-noite ( No after midnight, Mr. F please, come back to me, one more time,venha ajudar a limpar Os Paralamas do meu Ford bigode, traga também Mr. Barak Obama, adoro ele, torço por ele, ele é o cara! Que venga El Toro, mas que venga em forma de bife ( não “T-Bone”, que este tem um osso no meio, “Wake The Dead”. Mr. Furnier, Welcome to Brazil,... "Don´´t Killed By Love". (JH II)

http://realmusicpeople.com/wp-content/uploads/2007/08/alice-cooper.jpeg



Mr. Furnier, é "espada"



Depois de Alice Cooper o Rock nunca mais foi o mesmo. Inovador, polêmico, genial, são apenas alguns dos adjetivos que definem esse artista, um dos maiores de toda a história da música.



Nascido na cidade de Detroit, em 1948, Vincent Furnier (seu verdadeiro nome), formou suas primeiras bandas na década de 60. Apesar de terem sido muitas, apenas a Nazz obteve alguma repercussão, chegando a realizar algumas gravações.



Finalmente, em 1969, montou o Alice Cooper junto com Mike Bruce e Glen Buxon (guitarras), Dennis Dunaway (baixo) e Neil Smith (bateria). O primeiro álbum "Pretties For You" foi lançado, porém, não muito bem sucedido.



A carreira do grupo começou a decolar quando o produtor Bob Ezrin aconselhou o vocalista a fazer performances diabólicas nas apresentações, além de cantar, abusando dos efeitos de horror, cobras, sangue e cenas teatrais. Com o disco "Easy Action", de 1970, chamaram a atenção da mídia e das gravadoras, conseguindo um contrato com a Warner Brothers.



O sucesso definitivo chegou com o clássico "School's Out" (1972), seguido por "Billion Dollar" Babies (1973), quando atingiram o topo das paradas de todo o mundo. Ao mesmo tempo em que conheciam a fama, os integrantes da banda se viam numa difícil situação: o abuso de drogas e álcool por parte de Vincent estava cada vez mais freqüente. Decidem, portanto, seguirem com a banda sem ele, mudando o nome do grupo para Billion Dollar Babies, mas acabaram não se mantendo no cenário musical.



Vincent então adota o nome Alice Cooper, anteriormente da banda, para si próprio e passa a seguir em carreira solo. Gravou "Welcome to My Nightmare", em 1975. Esse disco foi muito bem recebido e o Hard Rock praticado pelo vocalista somado ao espetáculo teatral em que haviam se transformado suas apresentações, faziam cada vez mais sucesso.



Mas nem todos os álbuns foram tão bem assim. Não por falta de criatividade ou de capacidade de Alice, e sim, por causa

do vício que prejudicava a sua vida e consequentemente o seu trabalho.



Apesar de ter se internado em algumas clínicas de recuperação, sua fama era mantida pelos shows, sempre lotados, já que os álbuns continuavam fracos e sem o mesmo pique do início. Somente em 1989, com "Trash", em 1991, com "Hey Stoopid", e em 1994, com "The Last Temptation", é que Alice voltou a figurar nas paradas e a fazer algum sucesso com material inédito, emplacando alguns hits nas rádios e na MTV.



Em 2000, o álbum "Brutal Planet", um dos mais pesados de toda a sua carreira, também foi muito bem recebido, sendo seguido por uma extensa turnê com praticamente todos os shows lotados.



No ano seguinte, veio " Dragontown" , uma espécie de continuação do álbum anterior, com letras sarcásticas e o som mais arrastado. Um pouco mais devagar, é verdade, mas sem nunca deixar de soar pesado, como só Alice Cooper sabe fazer. A bateria mais uma vez ficou por conta do competente Eric Singer, consagrado por ter tocado em diversas bandas, principalmente no Kiss.



Em 2003, o cantor estava de volta com seu mair recente trabalho, o disco “The Eyes of Alice Cooper”, reunindo 13 faixas e letras sarcásticas.



De volta aos estúdios em 2005, Alice Cooper lançou em agosto o álbum “Dirty Diamonds”, pela New West Records. Um depois o cantor estava de volta as prateleiras com o material ao vivo “Alice Cooper Box – Collector’s Edition”, reunindo registros ao vivo das turnês “Welcome to My Nightmare” de 1970 e “Brutally Live” de 2000.



Along Came A Spider (Promo) 2008



Tracks

01. Prologue-I Know Where You Live 04:22

02. Vengeance is Mine 04:26

3. Wake the Dead 03:54

04. Catch Me if You Can 03:16

05. (In Touch With) Your Feminine Side 03:16

06. Wrapped in Silk 04:17

07. Killed by Love 03:35

08. I'm Hungry 03:58

09. The One that Got Away 03:22

10. Salvation 04:36

11. I Am the Spider-Epilogue 05:21


DOWNLOAD

by : konio755 ( thanks)



Love's A Loaded Gun O Amor É Uma Arma Carregada
Somebody saw you at the station

You had your suitcase in your hand

You didn't give no information

You walked off with another man

I'm always standing

In the shadows, baby

I watched you give yourself away

You take them home into your bedroom

You had another busy day



I tried to look the other way and fake it

You push me to the limits

I can't take it



One down, one to go

Just another bullet in the chamber

Sometimes love's a loaded gun

Red lights, stop and go

Whatcha gonna do when

You play with danger

Sometimes love's a loaded gun

And it shoots to kill



Someday they'll put me in a squad car

Someday they'll

Throw away the key

But 'til that day I'll be a mad dog

Cuz that's what you taught me to be



You looked into the eyes

Of men above you

I was the one who really tried to love you



One down, one to go

Just another bullet in the chamber

Sometimes love's a loaded gun

Red lights, stop and go

Whatcha gonna do when

You play with danger

Sometimes love's a loaded gun

And it shoots to kill



Pull the trigger



I tried to look the other way and fake it

You know, you push me right to the limit

I can't take it



One down, one to go

Just another bullet in the chamber

Sometimes love's a loaded gun

Red lights, stop and go

Whatcha gonna do when

You play with danger

Sometimes love's a loaded gun

And it shoots to kill



Somebody saw you at the station
Alguém te viu na estação

Você carregava uma mala

Você não deu nenhuma informação

Você foi embora com outro homem

Eu sempre estou andandando

Pelas sombras, baby

Eu vejo você se entregando

Você os leva para casa, para seu quarto

Você teve outro dia atarefado



Eu tento ver de outra forma e fingir

Você me leva ao limite

Eu não consigo suportar



Um se foi, falta mais um

Apenas mais uma bala no tambor

Às vezes o amor é uma arma carregada

Luzes vermelhas piscam

O que você pode fazer quando

Brinca com o perigo

Às vezes o amor é uma arma carregada

E atira para matar



Algum dia eles me colocarão num camburão

Algum dia eles

Jogarão a chave longe (me trancarão)

Mas até lá serei um louco

Porque é isso que você me ensinou a ser



Você olha nos olhos

Dos homens em cima de você

Eu fui o único que realmente tentou te amar



Um se foi, falta mais um

Apenas mais uma bala no tambor

Às vezes o amor é uma arma carregada

Luzes vermelhas piscam

O que você pode fazer quando

Brinca com o perigo

Às vezes o amor é uma arma carregada

E atira para matar



Puxe o gatilho



Eu tento ver de outra forma e fingir

Você sabe que me leva ao limite

Eu não consigo suportar



Um se foi, falta mais um

Apenas mais uma bala no tambor

Às vezes o amor é uma arma carregada

Luzes vermelhas piscam

O que vcê pode fazer quando

Brinca com o perigo

Às vezes o amor é uma arma carregada

E atira para matar



Alguém te viu na estação
publicado por wlasol às 13:50

Amigo Johnny, tudo bom?

Estou te mandando o link para o disco do Paralamas e Titãs ao Vivo. Ainda não iniciei o meu blog, não quero fazer de qualquer jeito, então to estudando e me preparando para isto, mas gostaria muito de ver este disco em um blog e como vc sabe, sou fã do Lágrima Psicodélica!!!

Grande abraço, Oity


Download
publicado por wlasol às 12:52
tags:

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO